• Marcia Telles

Unidos do Inconsciente - Paródias

"que nenhuma reflexão filosófica nos tire a alegria das coisas simples da vida."

Mamãe eu quero

Mamãe eu quero

Mamãe eu quero

Mamãe eu quero te amar

Papai não deixa

Papai não deixa

E ameaça o meu falo castrar

Sonha menino do meu coração

Condensa e desloca pra não ter censura não

Queria minha mãe, mas não posso ir pra cama

Maldita lei do incesto sublimar se não vem cana

Dora (Aurora)

Se você não fosse histérica

Ôooo, ô Dora

Veja só que bom que era

Ôooo, ô Dora

Tão linda, indiferente, não aguenta o amor

Seduz todos os homens nesses dias de calor

Um K antes do nome, você teria agora

Ôooo, ô Dora

Lacan não é fácil não (Cachaça é água)

Se você pensa que Lacan é fácil

Jean Jacques não é fácil não

Tem que sacar de imaginário, função paterna e pulsão

A gente tenta sublimar tudo na vida

Dor, amor, tesão

Só não dá pra sublimar o preço alto da sessão

Pode me faltar o amor e disso eu até acho graça

Só não quero que me falte

Pulsão de vida nessa praça

Sem calote (marcha do remador)

Se o paciente não pagar, olê, olê, olá

Eu vou cobrar (2x)

Venha, venha, venha, por favor

Mas se não vier, mesmo valor

E se na sessão você faltar, mesmo assim eu vou cobrar

Aliviar os males (Mulata Bossa Nova)

Maria Rita Kehl

Contardo Caligaris

Pi-si-Ca-Nálise

Lê lê lê lê lê lê lê lê

Pra aliviar os males

Sintoma revela (O teu cabelo não nega)

O teu sintoma revela uma marca

Porque essa marca é da dor

Mas como a dor expõe uma falta

A falta remete ao horror

Venha! (Ô abre alas)

Ô Abre a porta, vem se analisar

Ô Abre a porta, vem se analisar

Sou todo ouvidos, pode associar

Sou todo ouvidos, pode associar!

Meu analista (Doutor, eu não me engano)

Doutor, eu não me engano

Meu analista é freudiano

Eu não sabia mais o que falar

Mandei meu analista

Parar de interpretar

Ah, Doutor eu não me engano

Meu analista é freudiano

Unidos do Inconsciente - Hino

Sexualidade é desde a infância

Mas agora a fase é genital

Só se fala do falo

Fica o seio bom, sai o seio mal

Porque hoje é carnaval

Esse bloco é suficientemente bom

Pra você gozar no final

Sem recalque e sem castração, meu amor

Porque hoje é carnaval

Ah, mainha! Deixa eu gostar de você

Ah, mainha, sem você não vou viver

Faz um holding pr'eu crescer!

........

No dia 04 de fevereiro de 2016 aconteceu o Grito de Carnaval Unidos do Inconsciente, na Praça Irmãos Karmann, próxima ao Instituto Sedes Sapientiae. Ele foi idealizado e produzido por um grupo de seis amigos cuja peculiaridade é ser formado por psicanalistas, músicos e psicanalistas-músicos. Além disso, os psicanalistas estão em formação no Departamento de Psicanálise.


Começou numa brincadeira de bar e foi ganhando corpo: em algumas reuniões, compusemos letras que parodiam as marchinhas tradicionais, utilizando conceitos da psicanálise, além de um hino original no mesmo espírito. Para nós, o humor presente nos blocos de carnaval, a ocupação festiva do espaço público e a celebração da diversidade são instrumentos de promoção de saúde mental.


Decidimos então inaugurar uma tradição: o Unidos do Inconsciente não terá apenas existido em 2016, mas desde 2016. Em 2017, estaremos nas ruas novamente, como bloco oficializado na programação do carnaval. Nossa ideia é diversificar nossas marchinhas, realizando para isso um concurso de novas paródias psicanalíticas.



Departamento de Psicanálise - Sedes Sapientiae

#UnidosdoInconscienteParódias